Secretariado Internacional

O Secretariado Internacional do ICOMOS está sedeado em Paris, e é dirigido por um Director, escolhido pelo Presidente. Coordena a implementação do programa aprovado pela Assembleia Geral, e é composto por três  Departamentos, Administração, Património Mundial e Documentação.

 

Assembleia Geral

A Assembleia Geral é o orgão soberano do ICOMOS. É gerida por um Presidente, três Vice-Presidentes e um Relator, cujos mandatos são o tempo de duração das sessões.

A Assembleia Geral elege o Presidente do ICOMOS, cinco Vice-Presidentes, o Secretariado Geral, o Tesoureiro e doze membros do Comité Executivo, de entre os membros individuais, escolhidos de modo a que diferentes áreas de especialização estejam representadas. A Assembleia determina a localização da sede do ICOMOS, adopta alterações aos estatutos, estabele os programas do ICOMOS, aprova os relatórios do Secretário-Geral e do Tesoureiro, bem como as orientações financeiras para o período seguinte, e fiscaliza a execução das acções  do ICOMOS. Ratifica mudanças das cotas dos membros, confere o grau de Membro Honorário sob proposta de um Comité Nacional do ICOMOS.

A Assembleia Geral é aberta a todos os membros do ICOMOS. É realizada ordinariamente de três em três anos, em data e lugar escolhidos pelo Comité Executivo, ou em sessão extraordinária, sob pedido da maioria dos membros do Comité Executivo, ou um terço dos membros do ICOMOS. 

A última Assembleia Geral foi realizada em Paris, na sede da UNESCO, em finais de 2011. A próxima está marcada para Florença, em Novembro de 2014.

 

Conselho de Administração

O Conselho de Administração é o orgão de gestão do ICOMOS. É constituído por vinte membros eleitos pela Assembleia Geral: o Presidente, o Secretário Geral, o Tesoureiro, cinco Vice-Presidentes, que compoem a direcção, e doze membros, mais o Presidente do Conselho Consultivo e a ainda a possibilidade de mais cinco membros, estes cooptados. Todos profissionais reconhecidos, representam a maior parte das regiões do mundo. O Conselho de Administração prepara o programa e o financiamento, e monitoriza a sua implementação. Regista o estabelecimento de Comissões Nacionais, e Comissões Científicas Internacionais. Entre as sessões do Conselho Administrativo, a direcção assegura a implementação do programa.

 

Conselho Consultivo

O Comité Consultivo é composto pelos Presidentes dos Comités Nacionais e Comités Científicos Internacionais. A sua função é aconselhar o Comité Executivo e  fazer sugestões e recomendações sobre as prioridades e orientações do programa, incluindo a comunicação entre comités científicos internacionais e nacionais.

 

Comissões Científicas Internacionais

O ICOMOS criou Comissões Científicas Internacionais em vários temas do património cultural. Os seus membros são especialistas nessas matérias, internacionalmente reconhecidos, e indicados pelo seu própria Comissão Nacional. As Comissões Científicas Internacionais são os corpos técnicos do ICOMOS. Como tal, realizam investigação, desenvolvem teoria da conservação, directrizes, e cartas, e promovem formação para melhorar a conservação do património, promovem trocas internacionais de informação científica e levam a cabo projectos comuns. Elaboram os seus próprios programas e submetem-nos ao Conselho de Administração para apreciação e aprovação, bem como os relatórios de actividades anuais.

Lista das Comissões Científicas Internacionais e coordenações por membros do ICOMOS Portugal:
ISCARSAH – Comité international pour l'analyse et la restauration des structures du patrimoine architectural (análise e restauro das estruturas do património arquitetónico)
ISCEAH – Comité international sur le patrimoine de l’architecture en terre (arquitetura de terra); Presidente: Mariana Correia
CIAV – Comité international sur l’architecture vernaculaire (arquitetura vernácula)
CAR – Comité international pour l'art rupestre (arte rupestre)
IIWC – Comité international du bois (madeira)
CIPA – Comité international pour la Documentation du patrimoine (fotogrametria e monitorização remota - documentação do património cultural)
ISCEC – Comité international sur l'économie de la conservation  (economia da conservação)
ISCES – Comité scientifique international sur l'énergie et le développement durable (energia e sustentabilidade)
ICAHM – Comité international de la gestion du patrimoine archéologique (gestão do património arqueológico)
ICIP – Comité international sur l’interprétation et présentation des sites culturels patrimoniaux (interpretação e apresentação de sítios do património cultural)
CIIC – Comité international des itinéraires culturels (itinerários culturais)
CIF – Comité international pour la formation (formação)
IcoFort – Comité international sur les fortifications et le patrimoine militaire (fortificações e património militar)
ISCSBH – Comité international sur le patrimoine bâti partagé (arquitetura e urbanismo coloniais partilhados)
ICICH – Comité international sur le patrimoine culturel immatériel (património cultural imaterial)
ICUCH – Comité international du patrimoine culturel subaquatique (património cultural subaquático)
IPHC – Comité international pour le patrimoine historique polaire (património polar)
ISCCL – Comité international des paysages culturels (jardins históricos e paisagens culturais)
ISC20C – Comité scientifique international sur le patrimoine du 20e siècle (património do século XX)
ISCMP – Comité scientifique international pour les peintures murales (pinturas murais)
ISCS – Comité scientifique international de la pierre (pedra)
ICORP – Comité international sur la préparation aux risques (prevenção de riscos); Vice-Presidente: Xavier Romão
ICLAFI – Comité international sur les questions légales, administratives et financières (questões legais, administrativas e financeiras)
PRERICO – Comité international sur les sites de religion et de rituels (sítios de religião e rituais)
• THEOPHILOS – Comité international sur la théorie et la philosophie de la Conservation et de la Restauration (teoria e filosofia da conservação e restauro)
ICTC – Comité international sur le tourisme culturel (turismo cultural)
CIVVIH – Comité international des villes et villages historiques (cidades e aldeias históricas)
ISCV – Comité international sur le vitrail (vitral)
• ISCIH Comité scientifique international sur le patrimoine industriel (património industrial)

Para mais informações sobre os Comités Científicos Internacionais consulte o site do ICOMOS.

 

Comissões Nacionais

As Comissões Nacionais são organizações que foram criadas a nível nacional nos países que são membros da UNESCO. Juntam membros individuais e institucionais, fornecendo um enquadramento para a discussão e troca de informações. O ICOMOS tem mais de 110 Comissões Nacionais. Cada Comissão Nacional tem as suas próprias regras e procedimentos e elabora o seu programa de acordo com os objectivos e fins do ICOMOS. Cada Comissão Nacional implementa os programas propostos pelo Conselho Consultivo e Conselho Administrativo do ICOMOS.

As Comissões Nacionais do ICOMOS proporcionam um forum onde pessoas e representantes de instituições ligadas à conservação, salvaguarda, reabilitação e valorização do património cultural podem encontrar-se para troca de informação e pontos de vista sobre os princípios e práticas da área.

As Comissões Nacionais representam os interesses dos seus membros, tanto a nível nacional como internacional.

As Comissões Nacionais podem encarregar-se de actividades específicas por iniciativa própria ou por solicitação das respectivas administrações públicas.

As Comissões Nacionais são um canal através do qual especialistas individuais de cada país participam nas actividades internacionais do ICOMOS, incluindo, por exemplo, missões específicas confiadas ao ICOMOS pela UNESCO.

Através dos encontros anuais do Conselho Consultivo, as Comissões Nacionais podem influenciar decisivamente as prioridades do ICOMOS.

As Comissões Nacionais podem também responsabilizar-se por parte do programa internacional do ICOMOS que diga particular respeito ao seu país (em estreita cooperação com o Secretariado Internacional em Paris).

As Comissões Nacionais implementam, a nível local, os programas propostos pelo Comité Executivo.

 

Grupos Regionais - Europa

Existem 44 Comités Nacionais na Europa. Os comités cooperam bilateral e multilateralmente ao nível regional e sub-regional e participam ativamente das atividades do ICOMOS International, em particular através dos Comités Científicos Internacionais (muitos Comités Nacionais têm um Comité Científico Nacional). O grupo Europa organiza uma reunião anual num dos Comités Nacionais, acompanhada de uma conferência científica e eventos paralelos, além de uma reunião de trabalho durante as Assembleias Gerais do ICOMOS.